Hemet Zamael, o Ilusionista #1

     Quando criança ajudava meu pai na loja de poções. Balidur era seu nome, era também conhecido como Franel, mas gostava de ser chamado de Lindon. Nasci e cresci em Kaz Modam, a cidade dos Gnomos, no subterrâneo, aprendendo com meu pai os truques de uma bela e negociável poção. Entretanto, diversas vezes saía dos corredores rochosos para contemplar o cheiro das folhas, o verde das árvores e sons dos animais, assim aprendi sozinho alguns truques mágicos e a comunicar com eles.

     Kaz Modam por eras atrás fora sitiada por um dos nossos mais antigos e saudosos amigos, os anões. Cavaram nas montanhas de forma a cumprirem o desejo de se criar uma grande fortaleza. E conseguiram. Entretanto, o número dos anões com o passar dos anos foi crescendo e cada vez mais se achava menor Kaz Modam. O que motivou Barduk II, o Lord Anão, a cavarem mais profundos e cumpriram seu mais novo desejo, queriam algo não só maior mas também mais protegido. Hoje, os anões vivem além de Kaz Modam, em algum lugar espantosamente maior e mais protegido. A cidade foi deixada para os Gnomos, que desde aquela época alguns já moravam na Grande Kaz, como também era chamada. E foi isso que aconteceu. Até hoje alguns anões caminham sob a luz do sol e alguns voltaram a Kaz Modam, ficam alguns anos e depois migram para o subterrâneo novamente. São sempre bem vindos, principalmente quando trazem coisas novas, pedras e utensílios atípicos desconhecidos pelos gnomos.

      Aos vinte e cinco anos comecei a viajar em caravanas com meu pai, aprendi com ele, os valores de uma boa negociação e permuta. E pela primeira vez me afastei das montanhas e florestas para experimentar o salgado litoral e as vastas e extensas planícies. Juntamente com toda dialética comercial aprendi a língua dos elfos e a comum dos homens, pois as dos anões já havia aprendido com meu pai e com um ou outro viajante anão. Mas meu destino era outro, a ser um mero comerciante, mal sabia eu que aquele ano mudaria todo meu destino. Aos meus trinta nos de idade um tio distante volta à Kaz Modam com um tarefa. Deveria levar consigo um aprendiz para as profundezas do subterrâneo, para aprender a magia. Fascinado com a oportunidade de me tornar um mestre do conhecimento e subjugar o destino de minha vida, demonstrei ao meu tio o interesse de aprender profundamente a magia. Me tornei integrante do clã Felkor, de Hemet, passo a me chamar também Zamael, o Ilusionista.

     Depois de 10 anos de incansáveis estudos e tarefas, conclui meus estudos iniciais. Minha missão agora é aprimorar meus conhecimentos através da pesquisa ininterrupta e voltar um dia para minha terra com um novo discípulo.

      Eu vou para Valoran, é temporada de competição na cidade litorânea. Dizem que os magos não são muitos bem vindos lá, depois que uma criatura denominada “Lich” causou muita destruição da cidade. Se não fosse por Tenemur III, o atual rei, o “Lich” estaria a solta até nos dias atuais e sabe nunca se pode pressupor o que teria acontecido com todos nós.

 

Pois bem, uma caravana parte do leste com destino a Valoran e eu estou nela.

Investigarei de perto o tal “Lich” e quem sabe desfrutar de um combate.

~CobWeb~

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s