Medieval II Total War

As aaaaarmas soldados da armadanerd, como eu havia dito no post da minha review (ou impressão) do Rome Total War que você pode conferir https://armadanerd.wordpress.com/2012/12/15/impressoes-que-tive-com-total-war/ eu baixei outro jogo da franquia total war que no caso, é o Medieval II Total War.

Na questão de jogabilidade no mapa da campanha não mudou muita coisa. Há diplomatas, assassinos e espiões como em RTW. Más há novidades como as princesas (que podem fazer o papel diplomático também  que podem se casar com pessoas de sua própria facção aumentando a lealdade do general escolhido para casar, ou se casar com um general de outra facção trazendo-o para a sua; os Mercadores, que aumentam os lucros de seu império e subornam mercadores inimigos afim de monopolizar o comercio da região por exemplo; e os padres que posicionados em determinada cidade e/ou região, convertem a população bem como assassina hereges (o assassino pode fazer isso também, mas eh sempre melhor fazer com o padre quando possível para aumentar os pontos de religiosidade do próprio) e podem ser designado a bispos, Cardeais, Cardeais Preferatus e talvez, quem sabe até mesmo ser designado a papa.

Ao invés do Senado, agora eh o Papado e o conselho militar de sua facção é que designam missões. Entre as missões do Papado se incluem a conversão de pelo menos x porcento da região y; mandar guerreiros para uma cruzada (todas as facções católicas recebem o comunicado e ao longo dos turnos mostra o comunicado de participação das facções que aceitaram), matar hereges, combater o jihad (não sei se há essa missão, mas como o jihad é a “Cruzada Muçulmana” há uma probabilidade do Papado mandar combatê-los)

Entre as missões do Conselho Militar estão a dominação do porto ou de tal cidade, combater o jihad (é possível  afinal, são soldados), combater os mongóis (Genghis khan tá presente na parada), estabelecer relações diplomáticas com outras nações dentre outros.

A jogabilidade no mapa de combate não se alterou muito também  Há a cavalaria pesada, a infantaria pesada, a infantaria ligeira, arqueiros, balistas, catapultas, torres de cerco, escadas…

Más há unidades novas, como besteiros e suas variantes e provavelmente outras que ainda não pude ver.

Mas novamente, o realismo foi surpreendente. Diferente de RTW, agora soldados possuem rostos diferentes (na questão variedade, pois a variedade ainda é limitada) diferenças nas vestes, e em alguns exércitos (como exércitos amadores, camponeses) há diferenças até mesmo nos desenhos do escudo (não, não são brasões)

Há também o exército templário. Ao colocar um general e seu exercito em uma cruzada, é possível contratar mercenários cruzados. Após as cruzadas ficam permanentemente em seu exercito, porém, se recusam a lutar contra nações católicas.

Graficamente falando, em relação aos outros jogos da série anterior a esse, o gráfico melhorou violentamente. O efeito das chuvas, das bolas de fogo das catapultas, do aríete em chamas, das roupas que se encharcam em sangue no calor do combate, dentre muitos outros efeitos que na minha opinião e que eu saiba, NENHUMA outra franquia possui, alem dos equipamentos surpreendentemente condizentes com a história, desde elmos simples, de forma chata em protetor nasal, ha elmos elaborados como o “grande elmo” dos templários(dentro de uma mesma tropa, ao invés de todos terem o mesmo modelo de elmo, podem ter 3-5 modelos diferentes), além da variação do formato e desenhos dos escudos, que vão desde escudos redondos, a escudos quadrados, a pequenos e grandes escudos triangulares, e escudos de corpo inteiro (usado por uma variante de besteiros grudado nas costas como um casco de tartaruga na qual viram pro lado do inimigo ao recarregar a besta)

Sem mais, segue algumas screens que fiz:

Como o titulo diz, a pilha de corpos proximo ao portão do lado de dentro da cidade (sim, o exercito do outro lado do portão é meu e eu não tinha botado pra dentro ainda)

Como o titulo diz, a pilha de corpos próximo ao portão do lado de dentro da cidade (sim, o exercito do outro lado do portão é meu e eu não tinha botado pra dentro ainda)

Cavaleiros infantes dos Cruzados e aríete em chamas na tomada da antióquia

Cavaleiros infantes dos Cruzados e aríete em chamas na tomada da antióquia

Choque de lanceiros camponeses e Infantaria Templária com a guarda pessoal  do general inimigo

Choque de lanceiros camponeses e Infantaria Templária com a guarda pessoal do general inimigo

Reparem os escudos nas costas enquanto recarregam as bestas

Reparem os escudos nas costas enquanto recarregam as bestas

Reparem que os escudos ficam voltados para a cidade sob cerco  enquanto recarregam as bestas (eles atacavam unidades sobre as muralhas)

Reparem que os escudos ficam voltados para a cidade sob cerco enquanto recarregam as bestas (eles atacavam unidades sobre as muralhas)

Qualquer comentário sobre o fato das minhas publicações serem na quinta, quinta é véspera de virada, logo, não rola haha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s